sexta-feira, 23 de junho de 2017

Representações sindicais da UENF farão II Plenária Comunitária para discutir ações de resistência


Visando estabelecer uma agenda conjunta de ações para enfrentar o projeto de destruição que o governo do Rio de Janeiro está realizando contra a Universidade Estadual do Norte Fluminense, as entidades representativas de docentes, servidores técnicos, e discentes de graduação e pós-graduação vão realizar uma segunda plenária comunitária com objetivo de pensar as condições atuais e futuras de funcionamento da instituição ( ver cartaz abaixo).


O objetivo desta plenária comunitária é estabelecer um calendário de atividades que visem organizar a resistência da comunidade universitária às ações de precarização da Uenf por parte do governo do Rio de Janeiro. 


Compareça e participe da defesa da Uenf!

DIRETORIA DA ADUENF
Gestão Resistência & Luta




quinta-feira, 22 de junho de 2017

Presidente da ADUENF explica funcionamento do Fundo de Solidariedade do ANDES-SN às universidades estaduais



O ANDES-Sindicato Nacional do qual a ADUENF é seção sindical decidiu socorrer os docentes das universidades estaduais com a criação de um fundo de solidariedade, 

A diretoria da ADUENF já aprovou em assembleia a adesão a este fundo. Para deixar claro os termos e condições da adesão dos seus associados aos benefícios desta ação solidária do ANDES-SN, a presidente da ADUENF gravou o vídeo abaixo.


DIRETORIA DA ADUENF
Gestão Resistência & Luta

terça-feira, 20 de junho de 2017

Arraiá do Hospital Veterinário, mais um momento de resistência da comunidade da Uenf

Nesta 6a. feira (23/06) ocorrerá mais uma edição do "Arraiá do Hospital Veterinário" da Uenf. Esse será não apenas um momento de congraçamento e de reenergização da comunidade universitária, mas uma oportunidade para que todos os que apoiam a resistência em defesa da universidade possam comparecer e levar o seu apoio.

A entrada será franca, mas todos estão convidados a doar produtos de limpeza que serão utilizados para manter o Hospital Veterinário (HV) funcionando em condições apropriadas para os múltiplos serviços que ali ocorrem diariamente.

Essas doações virão num momento crucial, pois a Uenf está sem receber verbas para o custeio do HV e das suas demais unidades desde Outubro de 2015!


Apoie a luta em defesa da Uenf!

DIRETORIA DA ADUENF
Gestão Resistência & Luta

ADUENF lança material de divulgação para sua luta em defesa da UENF

A diretoria da ADUENF está realizando o lançamento de materiais de propaganda para levantar recursos financeiros para prosseguir sua luta em defesa da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) como os mostrados abaixo.



As camisetas que são ilustradas com uma charge do cartunista, cientista político e professor da UFF de Campos dos Goytacazes, Márcio Malta.  Este material está sendo vendido a R$ 20,00. Já os bonés com o logotipo da ADUENF estão sendo vendidos a R$ 15,00, nas cores Azul e Vermelho.

Todo esse material está disponível na sede administrativa da ADUENF que está localizada no campus Leonel Brizola e fica aberta ao público entre as 09:00 e 17:00 de segunda a sexta-feira.

Apoie a luta da ADUENF!

DIRETORIA DA ADUENF
Gestão Resistência & Luta

segunda-feira, 19 de junho de 2017

ADUENF lança enquete para medir intenção de voto no PMDB em 2018

Em face dos amplos ataques que o governo do Rio de Janeiro está realizando aos servidores estaduaise à fluminense, a diretoria da Associação de Docentes da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Aduenf) lançou uma enquere na rede social Facebook para medir as intenções de voto no PMDB em 2018.



Quem desejar participar, bata clicar Aqui!

DIRETORIA DA ADUENF
Gestão Resistência & Luta

domingo, 18 de junho de 2017

Luto pela Uenf!


ADUENF convoca docentes para resistir, lembrando que não é apenas pelos R$ 700


Não é apenas pelos R$ 700,00! 

Salários e bolsas com pagamentos atrasados, sem décimo terceiro de 2016, sem repasses para manutenção da Universidade, sem serviço de segurança e servidores sendo massacrados cruelmente pelo desgoverno Pezão.

Cadê a normalidade? 

Docente, Lute, porque não é seu salário que está em risco, é seu emprego!